domingo, 30 de março de 2014

UM POUCO SOBRE O QUE É O NOVO NASCIMENTO


TEXTO BASE:           João 3: 1-21

·         QUEM ERA NICODEMOS?
Nicodemos era um Fariseu, líder entre o seu povo judeu, conhecedor das leis Mosaicas e da história do seu povo, ciente de que o Messias um dia surgiria.

·         POR QUE JESUS NÃO RESPONDEU AO QUE NICODEMOS QUIS SABER?
Jesus não leva em conta a observação de Nicodemos porque os sinais que Ele (Jesus) fazia não eram para glorifica-lo, mas para cumprir a palavra de Isaias 53: 1-12 e Isaías 61: 1-11.

·         POR QUE NASCER DE NOVO?
Porque só quem nascer de novo poderá ver o Reino de Deus. O primeiro homem foi feito alma vivente, mas o segundo homem é feito espirito vivificante, o que nos faz entender que uma pessoa nascida em Deus não anda segundo o curso deste mundo.

"Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante." (I Coríntios 15: 45).
"O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o SENHOR, é do céu." (I Coríntios 15: 47).

·         POR QUE NICODEMOS NÃO ENTENDEU A MENSAGEM?

Nicodemos apesar de conhecedor da lei, a conhecia apenas pela letra, ou seja, superficialmente apenas viu preceito, leis e deveres, mas não o significado da lei, que sem Deus em nossos corações não podem obedecer, assim todo nascido em Deus é que pode herdar o Reino de Deus. E também para cumprir o que Jesus disse:

"Para que, vendo, vejam, e não percebam; e, ouvindo, ouçam, e não entendam; para que não se convertam, e lhes sejam perdoados os pecados." (Marcos 4: 12).

·         JESUS NOVAMENTE NÃO RESPONDE A PERGUNTA DE NICODEMOS.

Evidentemente Jesus não tinha porque responder ao comentário de Nicodemos, pois não estava falando de Nascimento biológico, mas, usou uma metáfora para ilustrar o que é ser nova criatura.
Nascer da água e do Espírito significa que Jesus estava falando do batismo e da promessa da efusão do Espírito Santo. O mundo surgiu do meio das águas, pelas águas pereceu, o povo de Deus passou pelo meio das águas e como águas vivas o Espírito Santo seria dentro dos nascidos de novo.

"E todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar,"
(I Coríntios 10: 2).

“Pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.
Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio.” (2 Pedro 3: 5-6).

Nascemos na carne, vivíamos na carne, nossas obras foram segundo a carne, então para que sejamos nascidos do Espírito para sermos espirito, é necessário nascer de novo.
Nascer de novo não depende de nós, depende de Deus nos chamar para o seu Filho Unigênito.
Nascer de novo é uma mudança radical de vida, de pensamentos, de comportamento, exige arrependimento, fé em Jesus Cristo, abdicar dos prazeres mundanos, ir contra o conceito moral do mundo.

"E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção."                               (I Coríntios 15: 50).

"Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos."  (Romanos 8 : 29).

"E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou."  (Romanos 8 : 30).

"E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade"  (Efésios 1 : 5).

·         O que significa João 3: 8?

“Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo transgressor.
Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus.
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2: 18-20).

Alguém que é nova criatura já não anda mais conforme suas próprias vontades, porque é guiado segundo o vento não tem ponto inicial e nem final em seu percurso, ou seja, o Espírito Santo é aquele que assopra onde quer, mas nós somos os que não sabemos de onde Ele vem nem pra onde vai, porque não tem principio nem fim, é como uma aliança.

·         Jesus responde segundo a pergunta de Nicodemos

Nicodemos era Mestre Fariseu, mas não compreendia a mensagem de Jesus Cristo porque ainda que se usando de metáforas humanas, ou seja, coisas terrenas Nicodemos não conseguia entender, jamais entenderia a clareza espiritual. Ainda que sendo mestre em Israel.
Jesus e os profetas falavam que do sabiam e do que viram da parte de Deus, mas mesmo assim Israel não creu.
Verdadeiramente Jesus é o único que subiu ao céu, aqui o verbo é ativo, ou seja, Jesus fala a Nicodemos da sua ascensão, todos ou outros homens como Enoque, Elias e o homem que foi arrebatado ao terceiro céu mencionado por Paulo, todos eles o verbo é passivo para a pessoa destes, ou seja, eles foram arrebatados e não subiram ao céu por livre vontade.
Jesus é aquele figurado pela serpente no deserto, tornando-se maldito e visto como algo vil (semelhante a uma serpente), mas todos aqueles que olharem para Ele seriam salvos para a vida eterna.
Observe que o famoso texto de João 3: 16 vemos que Deus amou o mundo, não o cosmos ou o sistema mundano, mas a humanidade de tal maneira que entregou seu filho único para que morresse em nosso lugar, mas somente aqueles que cressem em Jesus teriam a vida eterna.
Que crê em Jesus ou nasce de novo em Cristo livrou-se da condenação vindoura. Mas aquele que rejeita ou não crê em Jesus e não se arrepende já esta condenado, porque para este o que resta é um estado de fechamento da mente para ver a luz.
Porque a condenação é que Jesus a luz vinda ao mundo, mas os homens preferiam as trevas a luz, e por quê? Porque suas obras sendo más seriam reveladas pela luz, pois a luz a tudo ilumina.
Todo aquele que persevera no pecado odeia a luz, porque jamais a luz aprovará ao que é reprovável pela luz, por isso os homens que amam as trevas odeia a luz, ou seja odeia Jesus.

Mas nós os que nascemos de novo, nos aproximamos de Jesus para que nos mostre quem realmente somos, a fim de que nossas obras seja feitas em Deus.

A BÍBLIA É:


Muito temos o que falar sobre a bíblia, a qual é a palavra de Deus.
O que a bíblia é afinal para nós, e se a consideramos como palavra de Deus, porque tantas vezes somos levados a ouvir palavras de homens, como músicas, discursos, livros, experiências pessoais e vídeos temáticos como critério para edificação espiritual sendo que  nada desses recursos edifica senão unicamente a palavra de Deus que é desprovida de falhas.
A BÍBLIA  É:
1º - Em verdade a Palavra do Senhor.

"Por isso também damos, sem cessar, graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade), como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes."  (I Tessalonicenses 2: 13).

A bíblia escrita há milênios, por mais de 40 homens diferentes, tanto em tempo como lugares, ocasiões, tradições, culturas, ofícios, esta tão bem em concordância consigo mesmo que parece; mas que na verdade é escrita por um só autor: Deus através do seu Espírito Santo.

2º - Escrita por homens Santos inspirados por Deus, a qual não pode se contradizer.

Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.” (II Pedro 1: 20).

3º - Crida pelos justos e deturpada pelos ignorantes e instáveis (Aqueles que estão na igreja e nunca se firmam).

“Que os ignorantes e inconstantes deturpam, como também deturpam as outras Escrituras, para sua própria perdição.’ (II Pedro 3: 16).

4º - Escudo para todos o que nela creem.

"O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; é um escudo para todos os que nele confiam."  (Salmos 18 : 30).

A palavra de qualquer homem sempre será dotada dúvidas quanto a sua veracidade (Se é verdade ou não), mas a Palavra de Deus é autentica e infalível e ausente de mentiras. Pois ele é o verbo de Deus em ação, Cristo é a palavra de Deus, porque dele a bíblia profetizou desde o Gênesis.

"Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos;"  (Tito 1: 2).

"Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta;"  (Hebreus 6: 18).

5º - Luz para o homem.

“Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.” (Salmo 119: 105).

Sendo luz, a Palavra de Deus a tudo ilumina e mostra o que estava antes encoberto pelas trevas, mas os homens que amam o pecado ficam nas trevas para que a luz não mostre e condene suas obras.

“ luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.
Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas.
Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus.” (João 3: 19-21).

"Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação." 
(Tiago 1: 17).

6º - Somente a Palavra de Deus convence o homem do pecado e não nossa palavra de homens.

"E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel, dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos." (Zacarias 4: 6).

"E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo." (João 16: 8).

7º - Jesus é a Palavra de Deus.

"E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus." (Apocalipse 19: 13).

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” (João 1: 1).

8º - A Palavra de Deus se cumpriu e se cumprirá.

"O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar."  (Mateus 24 : 35).

“Nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências,
E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.
Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.
Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio,
Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios.
Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.
O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.
Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.

Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade.” (II Pedro 3: 1-11).

O PREÇO DO SANGUE

“Ao irmão verdadeiramente, ninguém o pode remir, nem pagar por ele a Deus o seu resgate”.
(Pois a redenção da alma deles é caríssima, e cessará a tentativa para sempre),
Para que viva para sempre, e não veja corrupção.” (Salmo 49: 7-9).


Quando e de que forma o homem poderia absolver seus pecados diante de Deus, tornando-se puro novamente?
O homem pós seu entendimento de purificação e busca a Deus através de seu próprio entendimento, a justificação por obras e no sacrifício irracional de animais por longo tempo sem jamais alcançar sucesso.

"Porque é impossível que o sangue dos touros e dos bodes tire os pecados." (Hebreus 10: 4).

O homem esqueceu-se que a lei e todas as maravilhas de Deus realizadas através de Israel foram para mostrar figuradamente o Filho de Deus, aquele que remiria nossa vida da morte e pagaria o preço de uma vez por todas. Porque era necessário pagar o preço para que Deus se reconciliasse com o homem novamente.

"Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção." (Hebreus 9: 12).

"E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus." (Colossenses 1: 20).

O preço pago agora já não era mais de sangue de animais, mas por um sacrifício voluntario e racional, uno, inviolável e eterno.

"Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;" (I Pedro 3: 18).

Nessa razão entende-se que quem compra algo o compra para si ou para outro, Jesus Cristo nos comprou para si mesmo e para Deus, por isso é que já não pertencemos mais a nós mesmos. É como noiva cuidada pelo noivo para si próprio para apresenta-la a si mesmo irrepreensível, ou seja, sem culpa pelos pecados.

"Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus." (I Coríntios 6: 20).
"Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens." (I Coríntios 7: 23).
Devemos entender muito bem o que é o corpo e o sague de Jesus para que não tomemos juízo para nós mesmos, porque aquele que rejeita o sangue de Cristo é como alguém que é ajudado da sarjeta, restituído em hora e dignidade e volta a fazer os mesmos atos da vida anterior.

"Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor." (I Coríntios 11: 27).
"Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor." (I Coríntios 11: 27).
"Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados," (Hebreus 10: 26).

Viver a vida de Cristo e rejeitar tudo o que provem de nós mesmos e esquecer o “Eu acho” e permanecer no “Sim” ou no “Não”, é ser guiado pelo Espírito Santo. Portanto não há lugar para imaginarmos Jesus Cristo neste mundo contemporâneo, já que contemporaneidade não é sinônimo de pecado. Em qualquer tempo, lugar, cultura e tradições o pecado é o mesmo em tudo e em todos.

“para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, não vos ensoberbecendo a favor de um contra outro." (I Coríntios 4: 6).

Ponhamos um basta em nossos pecados, desde os visíveis até aqueles que estão encobertos, porque os que estão visíveis aos olhos podem causar tristezas, mas, os que estão ocultos podem trazer escândalo. Acheguemo-nos a Deus não com mente sabedora de que está indigno de participar do corpo e do sangue de Jesus, ou seja, não a ceia, mas a comunhão com os santos para edificação e para ser edificado.
Aproximemo-nos diante de Deus, com a consciência tendo a certeza de devemos abandonar de uma vez por todas nossas obras que ferem o principio do Espírito Santo, não que ele chore como de forma errada muitos interpretam, pois ele é aquele que limpará de nossos olhos toda a lágrima.

"Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa," (Hebreus 10: 22).

Por esse sangue venceremos

“E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram?
E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.
Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a sua sombra.
Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma alguma cairá sobre eles.

Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.” (Apocalipse 7: 13-17).

JESUS, O BOM PASTOR.

João 10: 1-16

A ilustração das figuras: pastor, ovelhas, aprisco (curral), porta, porteiro expressam a realidade do Reino de Deus.
“NA verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.” (V. 01).

O que é o curral?
É o mundo dado aos homens corrompido pelo pecado, o qual ficou sujeito ao Diabo.

"Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,
Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.
Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora." (Romanos 8: 20-22).

Os homens sem o temor de Deus têm a cada dia destruído cada vez mais o nosso mundo pela ganância, desigualdade vendo apenas o presente e não o futuro.
O Pastor deve entrar pela porta, ou seja, a vinda do Messias se daria de forma sobrenatural, através do nascimento virginal de Maria na concepção pelo Espírito Santo. Mas o ladrão e salteador não entra pela porta.

“Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.” (V. 02)

Quem é o Pastor?
Jesus é o bom pastor, pois ele entrou neste mundo pela porta.

"Por isso, entrando no mundo, diz: Sacrifício e oferta não quiseste, Mas corpo me preparaste;" (Hebreus 10: 5).

"Disse-lhe, pois, Pilatos: Logo tu és rei? Jesus respondeu: Tu dizes que eu sou rei. Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz." (João 18: 37).

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas.” (V.11).

Somente o pastor seria capaz de dar sua vida pelas ovelhas, aqui acontece uma inversão, pois as ovelhas é que fornecem o sustendo com a própria vida para o pastor, mas Jesus Cristo daria sua vida em prol de suas ovelhas e ninguém mais foi profetizado para esse fim.

“Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido.” (V.14).

Sim! Jesus conhece todos aqueles que são seus, assim como a mãe conhece seus filhos, e as ovelhas de Jesus Cristo conhecem seu pastor, portanto todo aquele que ouvi a voz de espíritos enganadores, através da hipocrisia e mentira de homens não são ovelhas, porque não ouvem e nem conhecem a voz do pastor através de suas palavras nas escrituras.

“MAS o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios;
Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência” (I Timóteo 4:1).

Todo aquele que é da verdade ouvi, segue e obedece a voz de Jesus Cristo, mas aquele que ama a mentira resta à condenação.

"Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira." (Apocalipse 22 : 15).

Quem é o porteiro?

“A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.” (V. 03).

O porteiro é Deus, que deu abertura para chegada de seu filho no mundo para cumprir o que estava prometido. Somente a Jesus o caminho para levar as ovelhas para fora do mundo seria permitido.
As ovelhas de Jesus ouvirão a voz do pastor e o seguirão quando as chamarem, pois ele nos chama pelo nome e nos conhece e nos levará para fora deste mundo.

“Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz,
Não endureçais os vossos corações.” (Hebreus 3: 7).

O hoje é o tempo presente de vida, cada segundo, cada minuto, cada hora, dia mês e ano que estivermos vivos, mas nada sabemos do amanhã, porque pertence a Deus. E haverá o dia em que não se ouvirá mais a voz do bom pastor, mas somente a do ladrão e mentiroso.

"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo," (Hebreus 9: 27).

"Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece." (Tiago 4: 14).

"Então clamarão a mim, mas eu não responderei; de madrugada me buscarão, porém não me acharão." (Provérbios 1: 28).

“Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado;
E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda” (II Tessalonicenses 2:7-8).

Para onde o pastor nos levará e o que é a porta?

“E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.
Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.” (V. 4, 5).
Primeiramente nos tira do mundo, não ainda no sentido de nos tirar do mundo físico, mas no tira do mundo pecaminoso, Jesus vai adiante porque vai nos preparar lugar e voltará para onde estiver estejamos nós com ele, na eternidade pelos séculos dos séculos. Por isso a vida aqui não é ensaio para que apenas treinemos ou brincadeira que não será relevada.
De modo algum as ovelhas de Jesus seguirão o Diabo e suas mentiras, antes fugirão dele, mas o sentido de fugir está empregado na palavra resistir.

"Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." (Tiago 4: 7).

Jesus é também a porta para a salvação.

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.” (V. 09).

Não há salvação fora de Jesus Cristo, por isso é mentira em crer que cada um segue Deus à sua própria maneira, que Deus esta em todas as religiões, que Jesus esta em todas as profissões que se auto declaram cristãs.

"E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos."  (Atos 4 : 12).

Quem é o Ladrão e Salteador?

O Diabo e seus seguidores.

“Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram.
O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.
Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas.
Ora, o mercenário foge, porque é mercenário, e não tem cuidado das ovelhas.” (Vs. 8, 10, 12, 13).

Todos que vieram antes e Jesus tentaram enganar os verdadeiros sevos de Deus esperançosos na chagada do Messias, mas os bodes que não eram ovelhas os seguiram e se perderam.
Também agora há ladrões, salteadores, mercenários que são todos que apostarão do caminho da fé vendo a perseguição do mundo e abandonando as ovelhas, arrebatando rebeldes para outro caminho.

“TAMBÉM houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.
E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.
E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.” (II Pedro 2: 1-3).

O ladrão é o Diabo que a todo custo vem para roubar (Tirar tudo o que Deus entregou), matar (Perda do Espírito Santo) e destruir (Levar consigo para a condenação eterna).
Seus seguidores corruptos mercenários fazem tudo por proveito próprio, por ganância, usando-se de mentiras de forma encoberta e da bajulação.

“Estes são murmuradores, queixosos da sua sorte, andando segundo as suas concupiscências, e cuja boca diz coisas mui arrogantes, admirando as pessoas por causa do interesse.
Mas vós, amados, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo;
Os quais vos diziam que nos últimos tempos haveria escarnecedores que andariam segundo as suas ímpias concupiscências.
Estes são os que causam divisões, sensuais, que não têm o Espírito.” (Judas 16-19).

Hoje há e haverá um só rebanho!

Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas.
Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor. (Vs. 15, 16).

O Senhor nos sonda e nos conhece, nós éramos as ovelhas que faziam parte de outro aprisco, fomos agregados a esta salvação que pela Lei não nos pertencia, mas Jesus o pastor nos chamou e ouvimos sua voz e breve seremos levados para seus campos verdejantes às suas águas de descanso e seremos um só povo e Deus estará em nosso meio para sempre.

“O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.” (Salmo 23: 1).

‘E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.” (Apocalipse 22: 17).


quinta-feira, 26 de setembro de 2013

COMO COMPOR UMA MÚSICA GOSPEL 02

O texto a seguir usa uma linguagem de sarcasmo. De nenhuma forma é uma crença crida ou orientada por mim. O texto ilustra a realidade do que acontece muito hoje nas músicas chamadas "gospel".


1. Fale pouco de Deus e de sua obra redentora... Mais ainda, faça as pessoas acreditarem que Deus é o Papai Noel dos adultos, ou seja, se você for um bom menino vai ganhar bênçãos ao final do ano nos atos “patéticos” ops! Quer dizer proféticos.

2. Vogais... Seu refrão vai ficar mais legal se tiver vogais no final, elas mostram sua espiritualidade e encobrem sua capacidade de criar refrões inteligentes. Por exemplo se o final da ultima palavra cantada no refrão for uma vogal prolongue ela, mesmo que o cantor e compositor não tenha tido essa “capacidade intelectual”, assim ninguém vai notar que você não sabe o que são pausas na música, será algo que vai fazer todos sentirem o maior êxtase espiritual.

3. Leia Cantares, Jó, Ester e outros livros da Bíblia, faça uma salada com versículos desses livros... Junte em um refrão grudento. Algo do tipo “Ele vem saltando pelos montes e eu vou correr até seu encontro para pularmos e dançarmos passando pelo mar vermelho”, "Quero ter o coração de Jó e bate o teu cetro na minha cabeça".

4. Ministrações espontâneas... Você precisa ter ministrações espontâneas, mesmo que você as ensaie e decore tudo o que vai falar, e fale sempre a mesma coisa no mesmo momento em todas suas ministrações. Algo do tipo: “Eu não sei qual o seu problema meu irmão, mas Deus vai resolver pra você”, “Diga pro irmão do seu lado: você é um adorador”, "Não limite sua visão".

5. Diga sempre que foi Deus quem te deu a música... Isso tira de você o peso de não saber compor e não saber escolher um bom repertório e também te dá uma arma poderosa contra os que fizerem criticas... "Você ousa questionar Deus e o Espírito Santo?" “Eu é que sou o líder de música”.

6. Fale em línguas, chore, grite, dê pulos, Relinche, berre... Não importa se ninguém entende isso mostra que você é muito espiritual. Se você não sabe falar, finja que fala... "rita lava saia", "ripa lá pra trás", "chupa bala halls" e "siri anda lá na praia" são bons exemplos de embromação.

7. Chuva é extravagante... Sempre faça cinco músicas sobre chuva por culto.

8. Fogo e rio também são extravagantes... Sempre peça pra Deus mandar fogo e te afogar no rio.

9. Por aplicação direta das duas regras acima, se você pedir chuva de fogo, você será ungido com a unção da face do leão marinho do norte, e rio de fogo com a unção do peixe boi sagrado. Cuidado, se você pedir fogo e depois chuva, a chuva apaga o fogo!

10. Nunca leia a Bíblia... Afinal ela pode condenar as ideias propagadas por suas músicas, leia caixinhas de promessas, histórias da carochinha e músicas de outros cantores sem levar em conta se isto é bíblico ou não.

11. Faça atos proféticos... Ignore o fato de que os profetas do Velho Testamento só faziam tais coisas por ordem de Deus. Ignore também o fato de que no VT os profetas faziam as coisas para ilustrar uma realidade espiritual, não para mudar a realidade espiritual.

12. Cante imitando outros cantores... Se não for possível, finja que é. Se nem assim der certo, determine que você pode afinal suas palavras têm poder e não Deus como a bíblia diz.

13. Shophar... Você precisa de um, mesmo que não faça ideia do que seja um Shophar.

14. Use o método insistência, ou seja, cante a mesma música em muitos cultos seguidos e cante o mesmo repertório por anos sem levar em conta que os cantores dos quais você canta as músicas já tem outras músicas.

15. Determinação profética é extravagante... Vá e destrua os poderes satânicos com sua ministração profética de 15 minutos.

16. Aprenda a tocar violão, já que um bom ministro de louvor tem de saber tocar violão, mesmo que fazendo o mesmo ritmo pra toda música.

17. "Penteai a noiva"... É um bom nome para ministério de louvor extravagante, e soa bem melhor que dizer "faça chapinha na noiva".

18. Torne o momento do louvor uma academia fazendo vários exercícios com o povo: “Jezus me leva pro lado, pro outro, pra trás, pra frente e xó preguiça”, nunca se esquecendo de dizer Huuuuul!

19. Cante apenas as músicas que estão na moda, afinal tudo que esta na moda é o que agrada o povo, nada de agrada a Jesus.

20. Por fim lembre de compor uma vez ou outra uma música que tenha algo do tipo "Teologia do paladar": Use Sabor de mel, de menta, de chocolate... Fica à gosto.

Esta é a orientação que eu vos dou queridos irmãos que sabem que estas coisas são uma perversão.

"E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada;
Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição.
Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza;
Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém." 
(II Pedro 3: 15-18).
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...