sábado, 30 de julho de 2011

A INTIMIDADE DO SENHOR




“A intimidade do SENHOR é para aqueles que o temem, aos quais ele dará a conhecer a sua aliança.” (Salmo 25. 14).

Intimidade não é apenas o sentido humano que conhecemos, não é um conhecimento mais profundo que outros, não é a relação sexual entre homem e mulher e não é simplesmente um convívio mais próximo de alguém.
Intimidade com o Senhor está mais além de todas estas expressões e sentimentos humanos. Em outras versões encontramos “O segredo do Senhor”.
Esse versículo não fala por si só, mas temos as diversas e incontestáveis evidencias bíblicas dessa intimidade do Senhor Deus para com os seus servos. Isso mesmo! Intimidade que perdura desde o principio da criação.
Vejamos:
  • ADÃO E EVA.
“E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia...” (Gn. 3.8).
Certamente o Senhor vinha todos os finais de dia a passear pelo jardim junto de Adão e Eva, para uma comunhão e participação de uma intimidade que só estes tiveram. Mas o pecado como sempre é o fator determinante para a quebra dessa intimidade.
O que podemos aprender com este exemplo que o Senhor fez com que fosse escrito?
Não devemos nos esconder e fugir primeiramente de Deus diante de nossos pecados, pois este é o único onipotente e onipresente para vê-los e depois não devemos fugir da presença das pessoas que fazem da nossa intimidade como pessoa humana.
Saibamos que não é absoluta a ação de que todos fazem este erro de esconder-se das pessoas quando pecam, mas é absoluto o erro de todos em diversos momentos fogem alguma vez da presença de Deus quando pecam.
Deveria ser diferente.
  • ENOQUE
“E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.” (Gn. 5.24).
Este “andar com Deus” esta muito além de esta junto de alguém num movimento de deslocar-se de um lugar para outro, pois este andar esta no fato de que Enoque participou da intimidade do Senhor e conheceu seus segredos, viu e ouviu coisas que não sabemos até que foi arrebatado para junto de Deus para uma intimidade mais que a que sentimos aqui nessa vida terrena e neste corpo mortal, uma intimidade física infinita, quebrando as barreiras de tempo e espaço.
  • NOÉ
“Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR.” (Gn. 6.8).
Mais o que este trecho relaciona-se a intimidade? Claro que é razoável esta pergunta já que essa poderia ser uma forma de enrolar textos para correlacionar-se com um tema de um estudo. Mas aqui não estamos estudando um tema nem fazendo das passagens correlatas ao tema acima, mas estamos expondo neste estudo expositivo as verdades sobre o que vemos sobre esta verdade.
Uma intimidade não nasce não havendo graça nos olhos de ambos que participam deste vinculo. Noé achou graça aos olhos de Deus e o Senhor revelou seus segredos do que faria ao mundo.
  • ABRAÃO
Claro! Como não falar de Abraão, mas nesta exposição não com o pai da fé, mas como o amigo de Deus.
“E disse o SENHOR: Ocultarei eu a Abraão o que faço...” (Gn. 18.17).
“Porque eu o tenho conhecido...” (Gn. 18.19).
Como nosso texto chave mostra o Senhor revela seus segredos aos que participam da sua intimidade.
Abraão foi chamado o amigo de Deus, sendo que nos pela fé herdeiros da promessa através da fé de Abraão que creu fomos antecipadamente chamados “amigos de Deus”. Jesus nos chamou de amigos.
"Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer." (João 15.15).
As palavras de Jesus são a mesma verdade do salmo 25.14, entendamos que Jesus não esta nos dando uma ocupação hierárquica maior como que ser amigo nos dá o direito da intolerância de ser chamado de servo. Mas Jesus nos chama de amigos, porque só um amigo participa de uma intimidade.
Em toda a caminhada de Abraão o Senhor foi para com ele intimo, revelando suas promessas que não condicionadosexclusivamente a ele mesmo, mas falavam do Cristo e a nosso respeito.
"Porque o perverso é abominável ao SENHOR, mas com os sinceros ele tem intimidade." (Provérbios 3.32).
Sinceridade que vai além de dizer: “É Deus eu errei! Perdoa ai”.
O mesmo aconteceu com Isaque, Jacó e José em suas peregrinações; participaram da intimidade de Deus em todo o caminho de suas vidas.
  • MOISÉS
"E falava o SENHOR a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial.” (Deuteronômio 33.11). "E nunca mais se levantou em Israel profeta algum como Moisés, a quem o SENHOR conhecera face a face;" (Deuteronômio 34.10).
Hoje vemos uma disseminação desenfreada de pregadores e credores de que intimidade como Senhor é o chamado “peniel” ou para alguns que não pentecostais ou neo-pentecostais um tipo de renovação da fé ou qualquer outro sentimento “espiritual” em congressos, retiros, seminários ou qualquer outro tipo de reunião de crentes.
Realmente falava o Senhor face a face com Moisés como se fossem dois amigos, mas Moisés não via a face de Deus. Claro que isso não significava que ele não tinha intimidade com Deus.
Passaremos adiante sem esquecermos dos outros patriarcas, juízes, reis, mulheres e profetas que tiveram intimidade com Deus, Fazendo um pulo no tempo até os dias de Jesus.

O PAI, O FILHO, O ESPIRITO SANTO E NÓS SOMOS UM


"Portanto, o que desde o princípio ouvistes permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis no Filho e no Pai." (I João 2.24).
Não existem graus de relacionamentos com o Pai. Certa vez vi nas páginas da net, nos blogs dos “grandes” teólogos, que diferentes graus de intimidade com o Pai, como: servo, amigo, igreja e noiva.
Intimidade também não é acreditar naquela música que a figura toma tudo de Jesus a ponto de deixá-lo nu. Não deitar no colo de Deus como que se tratando de uma criancinha impotente ou de dormir nos braços de Deus como se fossemos criançinhas de colo.
Intimidade não se qualifica a nenhum dos chavões heréticos que se ouvem por aí.
A intimidade com Deus esta na simplicidade do próprio meio do agir de Deus. Por que declaro isso? Porque vemos toda a nuvem de testemunhas na bíblia de viveram a mesma e única intimidade que deus reserva aos que ele mesmo ama e que amam a sua aliança.
Conhecer o que Deus tem reservado para aqueles que nele esperam está apenas para aqueles que guardam as palavras da sua promessa, somente assim é possível compreender, mesmo sendo nós pecadores.
INTIMIDADE SEGUNDO O QUE VEMOS NA PALAVRA É:
Crer que Deus sabe o que precisamos.
Crer que Deus é quem se aproxima primeiramente do pecador.
Crer que nossos pecados são perdoados, através da confissão de nossos pecados.
Deus é quem firma uma aliança conosco.
O segredo de Deus é o evangelho, que é conhecido apenas por aqueles que por ele vivem.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...